"Entregue o seu caminho ao Senhor; confie nele, e ele agirá" Salmos 37:5
Postado em 04/05/2013
Hauly: PR atrai mais de 20 bilhões de investimento no setor industrial

Na opinião do Secretário da Fazenda do Paraná, Luiz Carlos Hauly, o Programa Paraná Competitivo - PPP-  é um marco na história da industrialização do Estado. O PPP já atraiu 120 empresas, algumas multinacionais, com investimentos da ordem de R$ 20 bilhões e a geração de 136 mil empregos diretos. "Esse programa ousado foi uma alternativa encontrada pelo Governador Beto Richa para vencer, da maneira mais rápida possível, a estagnação que o setor industrial enfrentava no Estado", explica Hauly.

O Secretário da Fazenda, que junto com outros membros do Governo participou da elaboração do PPP, exemplifica que foi feito um estudo da legislação vigente em outros Estados, e então o Paraná criou um modelo que busca incentivar os investidores, porém, com critérios definidos para que,paralelamente, as novas empresas possam promover o desenvolvimento regional.

 “Do total de investimentos atraídos para o Paraná até agora, 33% se situam em Curitiba e Região Metropolitana, enquanto 67% estão distribuídos pelo interior do Estado.  Esses números mostram que o Governo do Estado tem obtido sucesso no seu objetivo de levar novos investimentos para todas as regiões do Estado", assegura.

Maior exemplo

Para ilustrar o propósito do Governo Beto Richa, o secretário da Fazenda disse que o maior investimento por empresa é o da Klabin, em Ortigueira, com R$ 6,8 bilhões na indústria de celulose e mais R$ 1,2 bilhão na máquina de cartões. “Este é o maior investimento privado da história do Paraná”, acrescentou. 
Hauly enfatizou que as plantas industriais da Klabin irão beneficiar mais 11 municípios próximos de Ortigueira, na região que concentra o menor índice de desenvolvimento humano (IDH) paranaense. Atrás do investimento industrial privado, irão as ações do governo estadual em educação, preparação de mão-de-obra, saúde e segurança entre outros. 
“Portanto, quando se fala em instalação de indústrias em determinada cidade ou região carente é preciso entender que o Governo do Estado também leva investimentos nas diversas áreas para atendimento à demanda por serviços e infraestrutura pela população e pelo empreendimento, contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico da região”, esclareceu Hauly. 
Na avaliação de Hauly,que também é deputado federal licenciado, o sucesso do Programa Paraná Competitivo junto aos investidores, além dos atrativos como os incentivos fiscais, é decorrente da “segurança jurídica e credibilidade política proporcionada pelo Governo Beto Richa”. 

 



 

NOME:
E-MAIL:
Cadastre seu e-mail para receber novidades.